A vida em quebra-cabeça: jogo, ousadia e reflexão!



A nossa vida é uma grande jornada repleta de oportunidades, muitas vezes ela mais se parece com um enorme jogo de quebra-cabeças. Sim.. um jogo, onde não basta apenas estar lá, tem que saber jogar, desenvolver ao longo de todo o "jogo" sabedoria e ousadia para vencer cada obstáculo, encaixar cada peça, mesmo que de início não faça o menor sentido. 

Mas com o tempo você cresce, amadurece e percebe que todas aquelas peças ali embaralhadas e algumas já combinadas e juntadas perfeitamente começam a fazer todo o sentido do mundo. Se você chegou nesse nível do "jogo", já pode se considerar um vencedor, pois você está acima de muita gente (muita gente mesmo) que ao ver todas as peças embaralhadas desanimam e desistem facilmente. 

Não seja pessimista, não desanime diante das dificuldades que encontrar ao longo do seu caminho, lembre-se que se fosse fácil não teria a menor graça e perderia todo o encanto. Às vezes é necessário perder algumas partidas para o seu adversário, seja ele qual for, mas saiba perder com humildade, aliás, fica um lembrete aqui: as maiores lições a vida te ensina com os maiores tombos, as maiores derrotas. Nada, absolutamente nada acontece por acaso e tudo tem um propósito existencial maior. 

Então antes de sair por aí chutando o balde e se queixando para todos que a vida é injusta, que você não merecia aquilo e blá, blá, blá.. Pô, chega de mi mi mi, né? Acorda, criatura! Sempre existe o lado bom e ruim em tudo e é justamente essa mistura que gera o equilíbrio entre todas as forças existentes. Seja sábio, paciente, humilde, ouça sempre a voz do seu coração e escolha através dele o melhor caminho para seguir. Como diz um grande e velho amigo meu, a vida tem que ser vivida com "V" maiúsculo! Não basta apenas viver, tem que saber Viver! 

Fica aí o momento de reflexão. E você, já Viveu hoje?

Você poderá gostar

2 comentários

  1. Verdade tudo tem seu lado bom e ruim mt vezes é nescessario parar e pensar antes de sair chutando o balde.

    www.eriikaleao.com.br

    ResponderExcluir
  2. Eita! Lição de moral mesmo! Gostei muito dessa reflexão. Acho q sou meio assim: desisto fácil de algumas coisas, mas, em alguns âmbitos sou bem persistente. Acho q a gente precisa primeiro ver no q está se metendo e se achar q vale a pena, tem q seguir mesmo!

    ResponderExcluir